home

Mãe…o que é isso da reencarnação?

No outimage003ro dia durante uma viagem de carro entre a minha casa e a dos meus pais, que sem trânsito demora os seus 20 minutos, o meu filho mais velho decidiu questionar-me sobre estas coisas de quando se morre o que acontece.

Cada vez mais acho que devemos explicar as coisas como elas são sempre dentro dos seus limites de conhecimento e aceitação, isto para não criar mais dúvidas ou até medos infundados apenas fruto de uma maturidade ainda em crescimento.

Ele já teve em tempos oportunidade de aprender num grupo espirita juvenil os conceitos de desencarne e encarnar, e encarou tudo com perfeita normalidade. Ao início fez-me um pouco de confusão uma criança com 7 anos abordar todos estes temas com esta naturalidade, mas depois vendo bem, eu sempre fui assim e esta criança que tenho a meu lado, é também um ser espiritual no seu caminho evolutivo.

A conversa começou por ele me questionar se alguém da minha família já tinha morrido, eu expliquei que sim e que eles também eram seus familiares.

Tiago: E para onde vão as pessoas quando morrem?

Mãe: Para o céu! Depois voltam e encarnam num outro corpo e têm uma nova vida para poderem continuar a aprender e a tornarem-se pessoas melhores.

Tiago: Mas eu vou ter outro corpo?

Mãe: Sim! Mas também terás outra vida e outra família!

Tiago: Oh não vou ter outra mãe!

Depois ficou a refletir nisto tudo durante algum tempo. Era muita informação nova para processar.

Tiago: Então quando eu morrer volto outra vez?

Mãe: Sim! Até ser necessário.

Tiago: Então quer dizer que as pessoas nunca morrem?

Mãe: Sim!

Tiago: Possas ainda bem. assim já sei que não morro!

Ficou contente com esta descoberta, ainda me disse que na próxima vida quer encarnar como alguém mais inteligente, o que me surpreendeu pois pensei que ir dizer como jogador da bola!

Esta forma a forma simples de dizer ao meu filho como acredito que as coisas se processam. Não sei se alguma vez se debruçaram sobre este tema com o vosso, pois falar da morte com as crianças ainda não é assunto fácil, mas também não precisa de ser tão difícil!

Muita Luz

Aisha

Anúncios
apoio educacional · crianças indígo/cristal · home

Crianças Diamante – a criança invisível

wishesappAmigos, e continuando nesta nossa caminhada de conhecer as crianças, indígo, cristal, as arco-íris, os nossos passos levam-nos agora à casa das crianças Diamante, que ao contrário das outras que já falámos, não trazem uma missão de mudança e será uma criança que pouco chamará a atenção para ela.

Uma Criança Diamante vai aparecer na sua vida quando você mais precisa delas, em outras palavras, quando você precisa da Luz Divina, então elas desaparecem tão rápido quanto apareceram. Elas terão uma vida longa e sem complicações.

Assim começamos a questionar-nos qual o motivo da sua vinda à Terra. Afinal porque cá estão?

Bom, o Diamante é um condutor de energia e luz (acho que já começamos a ter uma pista), e ao contrário do Cristal que é mais frágil, o diamante é uma pedra preciosa mais dura, mais forte, mais resistente. E também das mais dificieis de destruir e não se vem na escuridão.

Então as crianças Diamante são assim, permanecem no anonimato em situações que a luz não entra, em que não há paz e harmonia, mas quando elas começam a canalizar a sua energia e sua luz é pura e a mais brilhante na Terra.

Elas incorporam inteiramente a Luz Divina. Elas estarão confortáveis com a comunicação telepática, possuirão poder de materialização e telecinese. Elas nunca experimentaram a densidade da Terra e não tem o conceito de raiva, ódio, medo, cobiça e separação. Elas não são familiarizadas com os dramas dos relacionamentos humanos. As crianças diamante não conseguem cooperar com a dor, o sofrimento e o drama das energias da Velha Terra. Elas vão se atrair pelas frequências mais altas do Puro Amor Divino e da Pura Luz. Nós começaremos a descobrir mais sobre estas crianças no futuro.

Muitas delas têm um diagnóstico errado sendo tomadas como autistas. E têm dificuldade em estar em locais com muita gente e com muita densidade.

Características:
– São frequentemente excelente alunas;
– São talentosas em qualquer assunto, tarefa ou hobby  e conseguem terminar tudo pois não se distraem, a sua energia consegue dividir-se por muitas coisas em simultâneo.
– São aprendizes muito ávidos, e a sua vontade de saber não é para saberem ou serem melhores com os outros, é porque existe uma vontade genuína em aprender.
– Frequentemente mas não sempre nascem em famílias e situações muito difíceis, mas estas crianças passarão por estes eventos sem serem afetadas pelo drama. Nada mau! Por alguma razão são tão resistentes!
– Não se tornam viciadas em substâncias nem se tornam abusivas ou depressivas ou param de viver a sua vida de maneira plena por conta da sua má sorte. Muito raramente uma delas vai cair ao longo do caminho e procurar o caminho da destruição para ver como é. Mesmo assim, após anos de sofrimento e dor, elas reemergirão tão brilhantes como sempre.
– As Crianças Diamante sabem que estão certas 99% (ao contrário de muita gente que acha que te sempre razão como ferramenta para simular a insegurança) do tempo sobre todas as coisas. Frequentemente parecem arrogantes para os outros porque elas nem tentam discutir sobre o seu ponto de vista. Elas vão apenas concordar acenando a cabeça e sorrir para o seu argumento e então quando você menos espera, vão lentamente ensinar a você o ponto de vista oposto. Complicado de lidar com elas não é! Temos muita dificuldade em acatar informações de outros e as pessoas inteligentes regra geral assustam um pouco. Não há que ter medo, há que aproveitar esta dádiva!
– Por vezes entram em  discussões simplesmente para ganhar. Elas fazem isto por diversão e sempre vencem. Não importa em que lado da discussão elas estejam, elas não se importam com isto na verdade, elas vão provar que o seu lado está errado. É porque elas enxergam o quadro em sua totalidade. Elas enxergam sempre os dois lados de qualquer questão e não julgam.
– As Crianças Diamante fogem da liderança. Isto acontece porque, diferentemente das Crianças Índigo ou Arco-íris, elas não vieram com cores pré-definidas e o conceito de “grupo” que nós temos aqui na Terra é ofensivo para eles. O grupo, afinal de contas, significa a mentalidade “nós x eles” assim como concordar com uma realidade que exclui outras realidades.
De onde vêm?
Bom, vêm de todos os lugares e de lugar nenhum e não se identificam com nenhum planeta, realidade ou universo.
ENFANT_23_FEVRIER09_BY_TINAComo lidar com elas:

Se você suspeita que seu filho é uma Criança Diamante, o melhor que você pode fazer por ele  é estreitar o seu campo de interesses e encorajar a criança a ficar com apenas um ou dois assuntos. Um criativo, como arte ou música, outro intelectual, como ciência ou letras. Será uma tarefa difícil, mas isto vai ajudá-las a sobreviver na Terra e se tornarem independentes, sendo melhor do que leva-las a fazer dez atividades por semana… as quais elas vão querer muito fazer.

Prefira uma dieta livre de aditivos, faça uma dieta pura e fresca e tenha certeza de dar-lhes bastante água. Elas cuidarão do resto. Crianças Diamante precisam de pouca manutenção.
As crianças diamante tem muita sensibilidade em relação à dieta, organicamente são mais do tipo “que se alimentam de prana” e não é normal comer através da bocas como nós fazemos. Elas tem vários problemas digestivos, de absorção ou drenagem etc… acham difícil processar alimentos e as energias da terceira dimensão em geral, negatividade é como veneno para eles. Elas precisam de ar puro para respirar e água pura para beber. Elas possuem a sabedoria do Universo Perfeito.

Elas são extremamente poderosas. Se elas querem, elas podem fazer você obedecer as suas ordens, podem mudar o clima, podem modificar a vibração de um local inteiro. Elas podem se manifestar com facilidade e buscarão uma solução, ou resposta para qualquer problema. Quando uma pessoa se torna consciente do poder da Criança Diamante, a pessoa fica com medo e talvez pense que é errado alguém ter tanto poder. No entanto, é muito raro de fato para uma Criança Diamante usar seus poderes. Elas tem uma resistência muito grande para fazê-lo.

Quanto ao seu número, existem poucas encarnadas na Terra no presente, mas seu número vai aumentar ao longo das próximas duas décadas, porém não muito. O poder é tanto que não são necessárias muitas delas em qualquer momento. Você é uma se você, depois de ler este artigo, sente enormemente que “Eu sabia disto”, e então procura outro assunto, que eu espero que seja a Ascensão.

Se você sente uma necessidade muito grande de ser uma Criança Diamante, provavelmente você é uma Criança Arco-Íris… e se sente insultada se você é “um ser inferior”, você definitivamente é uma Criança Arco-Íris.

 

Muita Luz

Sara Aisha

apoio educacional · home

Ser criança! – um texto maravilhoso

12 DE OUTUBRO DESENHOEntão é assim no meio de uma conversa que a minha melhor amiga (é tão bom ter uma BFF depois dos 30) me diz que a mãe dela escreveu um artigo para o meu blog.  Eu fico tão feliz quando vejo gente cheia de vontade de participar, principalmente quando é uma boa surpresa!

E só me dizes isso agora?!!!! – ehehehee.

Então amigos, fiquei muito emocionada com o que li…partilho com vocês!

(vou colocar na íntegra)

“(para a Sara)

A Criança é para a maioria de nós humanos, o ser melhor que há no nosso mundo, fazendo parte integrante da harmonia da Natureza, (como o sol, o céu, o mar, etc.), conjuntamente com os outros seres do universo. Personifica a Liberdade, a Coragem, o Prazer, o Bem-estar e o Amor.

A Criança representa a Esperança num Mundo melhor! E todo o adulto se lembra que outrora foi criança, que já viveu no mundo do maravilhoso e da fantasia e das possibilidades também da evolução pessoal que a criança faz recordar.

A Criança lembra o adulto como ele próprio foi, como cresceu e se desenvolveu física e psicologicamente; o início do seu percurso de vida e de como gostaria de ter sido ainda mais tempo criança! Representa o Despertar, a Inocência, o início da experiência, da vivência de cada um, no ambiente familiar e social que conhece.

Quem foi amado na infância, foi saudável e cuidado e foi feliz (apesar de contratempos, receios e anseios transmitidos também pelos pais, avós e todo o envolvimento afetivo, familiar e social circundante) encontra nela a resistência e o apoio para enfrentar as dificuldades e os desafios da idade adulta, pois ficam para sempre, lembranças significativas, memórias (cheiros, cores, rostos, imagens…) que perduram e fazem parte do começo de vida de cada um, no meio em que nasce.

Modernamente, com o aparecimento de novas ideias e conceitos, nomeadamente da felicidade e bem-estar e, sobretudo, a partir dos séculos XIX e XX, com o aparecimento da Psicologia, entre outras disciplinas, bem como o aumento da esperança média de vida, melhorias no campo da medicina e farmácia, e sobretudo nas cidades, (porque no campo e noutras épocas, a vida familiar e social era muito diferente – a relação da família, da propriedade, do trabalho e a relação com os filhos era outra); hoje em dia, as crianças, os filhos, representam para os pais, principalmente, o concretizar dum projeto de vida, a realização de espectativas, que, por vezes, são elevadas, pois, por vezes, os pais não têm em atenção as sensibilidades e as necessidades intelectuais dos seus filhos, que não sendo bem geridas, levam à infelicidade e ao desequilíbrio emocional.

escNa sociedade atual, regra geral, os pais trabalham não só para a sua subsistência, para a sobrevivência e qualidade de vida, mas visando dar conforto e amor aos filhos, protegendo-os e ajudando-os a crescer em harmonia, física e psicologicamente. O número de filhos decresceu e os pais investem na Educação, no Amor, que muitas vezes não conseguem transmitir como gostariam pois os adultos têm os seus próprios, receios, fragilidades, são egoístas, inseguros e imaturos (não cresceram, diz-se). Muitas vezes, devido a condições laborais, os pais passam pouco tempo com os filhos, compensando-os com alguns excessos, nomeadamente dando-lhes jogos em demasia, liberdade de utilização de tecnologias informáticas, com prejuízo da vida escolar também. Estas atitudes se não forem doseadas com o incutir de responsabilidade e autonomia, prática de algum desporto e saídas ao ar livre, quando possível, podem torná-los adultos mimados e com hábitos pouco saudáveis, com prejuízo do seu desenvolvimento social, devido a uma vida demasiado sedentária e egoísta.

Na escola os professores esforçam-se por transmitir conhecimentos teóricos e práticos, procuram ajudar os alunos como podem a nível de “saber ser” e “saber estar” (atitudes comportamentais de respeito próprio e ainda de respeito e consideração pelo outro e pelo meio ambiente) mas por vezes não conseguem fazer o seu trabalho, porque o aluno não corresponde, devido a não haver entreajuda entre a escola e a família.

A Sociedade também deve olhar com atenção para os Direitos da Criança, que apesar de já estarem consagrados na lei na maioria dos países ditos civilizados, na prática, ainda não estão a ser aplicados em muitos, pois há crianças exploradas, em sofrimento e também com fome.

sesame-street-schoolApostar na Educação, na integração social, saber que os filhos não são propriedade dos pais, mas sim futuros cidadãos do Mundo, que deve ser de toda a gente, poderá ser a tarefa dos pais e educadores, operadores e intermediários, visando o crescimento e desenvolvimento equilibrado da Criança, a nível físico e mental, para que esta possa ver e usufruir da Beleza à sua volta, ser uma pessoa de bem, um ser pensante e amigo do seu próximo e do ambiente, consciente do seu papel na construção duma sociedade melhor e mais solidária para com os menos favorecidos.

E Cristo disse: “Deixai vir a mim as criancinhas porque delas é o reino dos céus…”.

O Futuro é da Criança e educar para a Saúde, com Amor, Amizade, sensibilidade e bom senso, é o melhor caminho para que a sociedade possa ser mais livre e todos os cidadãos possam viver em paz, numa sociedade  que se quer mais justa e harmoniosa.

(Anabela Andrade – professora aposentada)

Muita Luz

Sara Aisha

apoio educacional · atividades infantis · home

MANDALAS para crianças: a pintura terapêutica!

June081004Mandala é uma palavra originada em sânscrito que significa circula, roda ou mesmo totalidade.

Caracterizam-se por ser muito coloridas, geométricas com base em desenhos simples ou sagrados. A sua construção é livre e variada, podendo ter várias cores, materiais, ou até uma construção feita em areia.

São completos centros de energia com a finalidade de equilibrar, purificar e transmutar o mundo externo e interno. Perfeitas  para promover o estado meditativo ou introspectivo quer dos adultos ou das crianças.

Porque não promover a concentração (que parece ser uma grande dificuldade que as crianças de hoje enfrentam) com uma atividade tão simples mas tão profunda que é a construção e pintura de Mandalas?

Se reparar, quando as crianças se distraem naturalmente começam a rabiscar nos cadernos e a maior parte desses rabiscos fazem muito lembrar estes desenhos geométricos.

Se pelo contrário o seu filho é calminho e mais quieto, a Mandala vem como uma energia extra para o espevitar e alegrar.

Para as crianças mais agressivas, mais medrosas ou problemas de motricidade, o uso de Mandalas promove o estado de relaxamento da mente que ajudam a transformar  as experiências traumáticas, os medos e as tensões e com isso desenvolver uma auto estima saudável.

Como utilizar com crianças:

– Nas salas de aula antes de um exame ou teste, porque como envolve pintura e cor, aumenta a criatividade e a calma. Ou ainda em casa antes de fazerem os seus trabalhos de casa, tranquiliza e concentra as energias necessárias.

– Nas paredes de hospitais ou clínicas de pediatria. Promovem um estado mais calmo que ajuda a um maior equilibrio emocional da criança doente;

– Como terapia (construindo/pintando) ajuda a desenvolver um estado de espírito mais calmo, mas paz interior e a intuição. Além disso é um ótimo meio para o processo de crescimento pessoal e espiritual.

 

120501_mandalas_criancas_gComo fazer uma Mandala:

– Com folhas, galhos, grão ou feijão seco

– Com tintas, lápis de cor ou caneta

– Com material reciclado

– Com muita imaginação

 

Mandalas para colorir: (clique e imprima e divirta-se com os seus filhos!)

abc-mandala-758210 mandala-56 mandalas para crianças normal_color_mandala22 normal_color_mandala38 qe_mandala-n-121-11770

 

Muita Luz!